Translate

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

POSITIVISMO NO RIO GRANDE DO SUL

Aqui vemos a fachada do prédio da Biblioteca Pública Estadual onde aparecem vários bustos de personagens históricos que seriam um para cada mês do calendário positivista.



Um dos aspectos mais visíveis do positivismo no Rio Grande do Sul é a sua influência na arquitetura
aqui vemos um das colunas da fachada do Instituto de Educação Gal. Flores da Cunha
Percebe-se a influência da cultura grego-romana, considerada a cultura ideal pelos positivistas


Auguste Comte (1798 a 1857)

Foi um filósofo francês que fundou uma importante corrente de pensamento que é o positivismo. Também é considerado um dos criadores da sociologia científica.
Uma de suas principais idéias é a que o espírito humano evolui, passando por 3 estágios
1 - TEOLÓGICO
2 - METAFÍSICO
3 - POSITIVO
Neste último, o ser humano atingiria o ponto mais alto de desenvolvimento, passando a formular as leis dos fenômenos, sem qualquer referência a causas sobrenaturais ou formas metafísicas. No fim de sua vida, Comte criou a Religião da Humanidade, ou Religião Positivista, que acreditava ser a coroação do positivismo.
A corrente filosófica desenvolveu-se no final do século XIX, caracterizando-se por considerar como único conhecimento legítimo o que se encontra nas ciências naturais, baseando-se na observação experimentação e matematização. Os positivistas criticam como falso e enganoso o pensamento religioso e metafísico, admitindo-os apenas como etapas do desenvolvimento humano daí a idéia de "progresso". O conhecimento para os positivistas é baseado em 3 pontos
1 - Todo conhecimento do mundo moderno decorre dos dados positivos e da experiência e é somente a eles que o investigador, o cientista, deve-se ater.
2 - Existe um âmbito puramente formal, no qual se relacionam as idéias, que é o da lógica pura da matemática.
3 - Todo conhecimento dito "transcendente" - metafísica, teologia e especulações científicas que se situam além de qualquer possibilidade de verificação matemática deve ser descartado.


Em breve novos exemplos como o Templo Positivista, a Prefeitura Velha etc.

3 comentários:

Rosiane disse...

Legais as fotos. E que bom que, em brevbe, haverá fotos do Templo Positivista.
Quem quiser, pode visitar o Templo! É um maravilhoso passeio além de se aprender muito sobre a história do positivismo no Brasil e especialmente no Rio Grande do Sul.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
DANTON VOLTAIRE disse...

Apesar de sumário está muito bom. A Capela Positivista de POA é obra do Eng CARLOS TORRES GONÇALVES, membro da IGREJA POSITIVISTA DO BRASIL.O POSITIVISMO é muito atual. È a visão científica do mundo. Alguem dúvida disto/ A ciência é que tem feito o mundo avançar em CONHECIMENTOS e não em
CRENÇAS imaginárias. Visite o TEMPO DA HUMANIDADE do RIO DE JANEIRO, proprietário da CAPELA POSITIVISTA DE POA. Saúde e Fraternidade.
www.igrejapositivistabrasil.org.br